Santa Camila Batista Varano

 

Virgem religiosa da Segunda Ordem (1458-1524). Nasceu em Camerino a 9 de abril de 1458.

Filha de Júlio César Varano, típica figura de um homem do renascimento, Duque de Camerino, um fidalgo guerreiro e alegre, muito generoso com o povo e sedutor com as damas.  e de uma certa dama, Francisca de Mestro Giacomo de Malignis, antes de seu pai se casar com Giovana Malatesta, de Rímini (conhecida como beata Giovana ou Jane Malatesta).

Camila cresceu bela, inteligente, caridosa e piedosa. Tinha uma personalidade sedutora e divertida, apreciava dançar e cantar. Tinha herdado o temperamento do pai, motivo de orgulho para ele, que a amava muito.Bem cedo Camila é levada ao Palácio dos Varani, família ilustre que desde a metade do século XIII dominava a cidade e o ducado de Camerino. Giovana, a esposa de seu pai acolhe-a com maternal afeto: o relacionamento que as duas mantêm é uma das realidades mais belas da infância e da juventude de Camila. Entre os 8 e 9 anos foi imensamente atraída por uma pregação do franciscano Dominico de Leonessa sobre a Paixão de Jesus. Fez voto de meditar todas as sextas-feiras, os sofrimentos do Senhor e de verter ao menos uma “lagrimazinha”. Porém tinha dificuldade para conciliar o voto à vida divertida que levava, quando não conseguia vertê-la sentia-se mal toda a semana. Mas esse exercício constante, a leitura sobre mística e o estudo da religião, amadureceram a espiritualidade de Camila, que durante as orações das sextas-feiras ficava tão comovida que chorava muito. Aos dezoito anos, já sentia o chamado para a vida religiosa, mas continuava atraída pela vida e os divertimentos da corte. Depois de 1476, em contato com Frei Francisco de Urbino, começou a maturar sua vocação para a vida religiosa, diante da qual relutou muito. Depois de ter-se decidido, passa por sérias dificuldades e contrariedades vindas da parte dos parentes, de modo especial de seu pai, que não acolhem com bons olhos os planos e sua decisão de ingressar num convento. Ele foi categórico e não permitiu. Camila ficou sete meses doente por causa disso. Ele desejava para ela um casamento, para favorecer a política do ducado. Seu pai fez de tudo, mas ela não desistiu. Após dois anos, acabou consentindo. Em 1481, ingressa finalmente no Mosteiro de Clarissas Urbanistas da cidade de Urbino. Tem então vinte e três anos. Ao receber o hábito religioso, recebe também o nome de Batista, tão corrente na época. Em 1482, faz sua profissão religiosa em circunstâncias para ela demais difíceis, tanto que ao escrever sua autobiografia, chama de “amarga profissão”.

Em 1483, redige “As Recordações de Jesus”, opúsculo com instruções e admoestações recebidas de Jesus enquanto ainda estava em Camerino no palácio paterno. O pai, Júlio César, e seus filhos, não suportando que Camila estivesse longe, constroem em Camerino um Mosteiro. A 4 de janeiro de 1484, Camila retorna a Camerino com oito irmãs para fundar uma comunidade clariana, não mais de Urbanistas, mas com a Regra própria de Santa Clara. No correr dos anos é eleita várias vezes abadessa.

É humilde, serviçal, atenta às necessidades de suas irmãs. Datam desses anos, fortes experiências místicas, visões de Jesus, da Virgem e de Santa Clara. Em 1488, Camila escreve “As dores mentais de Jesus na sua Paixão”. Em 1491, numa prolongada inspiração, redige “A vida Espiritual”, sua autobiografia, endereçada ao Beato Domênico de Leonessa, seu confessor. Seguem outras obras, entre as quais “Instruções ao Discípulo”, dirigidas ao padre Giovani de Fano, franciscano. Por volta de 1521, atendendo ao pedido de um religioso, escreveu a obra A pureza do coração, sublime itinerário de perfeição em que comunica sua extraordinária experiência de vida.

Ela contribuiu para o desenvolvimento e mesmo para a instituição dos Capuchinhos: Mateus de Báscio, antes de ser frade menor da Observância, tinha sido protegido pelos Varano. E ela interveio bastante eficazmente para obter de Clemente VII a bula de 1524 que autorizava o novo ramo da Ordem franciscana.

Desde o ano de 1488 até 1490, passa por uma dolorosa crise espiritual. Sua autobiografia, redigida em fevereiro-março de 1491 data do final deste período. Em 1501, inicia-se uma nova crise: a familiar, que a envolve profundamente.

O Papa Alexandre VI excomunga o pai de Camila unicamente por motivos políticos. O exército de Valentino aprisiona seu pai e seus irmãos Aníbal, Venâncio e Pirro, que posteriormente são assassinados. Camila, para não ser envolvida nas turbulências militares, foge com outra clarissa, parenta dos Varano, para Fermo. Em seguida, a pé, segue para Atri, onde as acolhe em seu castelo a duquesa Isabela Picolimini Tedeschini. Do massacre ocorrido no ano de 1501, restou somente o irmão mais novo de Camila, João Maria e o sobrinho Sigismundo, filho de Venâncio, com sua própria mãe, por terem fugido com antecedência.

Após a morte do Papa Alexandre VI, o duque João Maria é reintegrado no Senhorio de Camerino pelo Papa Júlio II (1503). Então Camila e a companheira retornam também a Camerino. Daí seria obrigada a sair novamente para fundar um mosteiro de Clarissas em Fermo (1505), por ordem do Papa. Em 1511, morre-lhe a mãe adotiva, Giovana Malatesta, que lhe assinalou profundamente a existência.

Em 1521, empreende uma viagem a São Severino, nas Marcas, em busca de fundos para seu Mosteiro. Morreria em Camerino a 31 de maio de 1524, com grande dor de seu irmão João Maria e de toda a corte ducal, deixando uma preciosa herança de manuscritos, alguns em latim e na maioria em dialeto umbro. Suas obras tornaram-se famosas na literatura mística. As fundações de Camerino e de Fermo, realizadas com empenho da observância radical da Regra de Santa Clara, lhe deram também a fama de ter sido excelente reformadora da Ordem de Santa Clara.

Morreu com fama de santidade, em 31 de maio de 1524, nesse mosteiro. A cerimônia do funeral se desenvolveu no pátio interno do palácio paterno.

Segundo o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei José Rodríguez Carballo, ela foi uma luz para a família franciscana.

Foi beatificada por Gregório XVI em 1843, em 1891, Leão XIII aprovou os atos do processo em vista da canonização e em 1893 aprovou os seus escritos.e canonizada pelo Papa Bento XVI a 17 de outubro de 2010 em Roma. Sua festa ocorre no dia 30 de maio.

Seu corpo encontra-se incorrupto e exposto à veneração púplica no Convento de Santa Clara em Camerino, Itália.

 

NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ - SÃO PAULO - BRASIL, SANTA CAMILA APARECEU E COMUNICOU SUA PRIMEIRA MENSAGEM EM 10 DE JUNHO DE 2012

Mensagem de Santa Camila Batista Varano no dia 10 de junho de 2012 

 

 

“-Marcos, amados irmão Meu, Eu sou CAMILLA, Serva do SENHOR, Serva da Mãe de DEUS que vim com a Mãe do SENHOR hoje dar-vos a Minha primeira Mensagem.

Amados irmão Meus, escutai o que vos digo da parte do SENHOR, juntamente com a Santíssima Virgem:

Fazei com que vossos corações sejam a cidade do Altíssimo; construí todos os dias nos vossos corações essa cidade, desde os fundamentos até as torres, procurando edificar para o Rei dos reis e o Senhor dos senhores, digna morada em vós, pois digo-vos, apesar de Ele ser o Rei da humildade, Ele é o SENHOR da Glória e não pode habitar em lugares impróprios à Sua Santidade, muito menos em terras impuras que não foram preparadas, endireitadas e edificadas para receber a Ele, o SENHOR e o Rei dos Anjos.

Começai a edificar essas cidades do SENHOR em vossas almas pelos fundamentos. Os alicerces dessa cidade deverão ser: a Fé pura, a Humildade, o Desapego de vós mesmos, a Renúncia da vossa vontade e do vosso eu desordenado, de modo que então, os alicerces sejam firmes, profundos, resistentes a todo o vendaval das tentações, a todas as correntezas das enchentes das provações e tribulações desta vida e assim, a cidade do SENHOR na vossa alma jamais caia em ruínas.

Depois começai a levantar as paredes que deverão ser feita de: desejo de amar ao SENHOR sempre mais, de busca de conhecê-lo sempre melhor pela Oração, pela leitura espiritual, pela Meditação, pela aplicação em conhecer a Santa Fé Católica de modo que as paredes se levantem todos os dias nas vossas almas sempre mais altas, sempre mais fortes e resistentes, sempre mais direitas e sempre mais se alçando a novas alturas, de modo que os inimigos da vossa salvação não possam transpô-las para invadir a cidade das vossas almas e assim, causar dano e ruína a vós e por em risco a vossa salvação.

Depois deveis fazer as ruas desta cidade, as ruas da vossa cidade, da cidade da vossa alma: deverão ser direitas, deverão ser aplainadas para que o Rei dos reis, ao entrar por elas, não encontre tortuosidade alguma. Por isso deveis corrigir a vossa Fé, deveis corrigir o vosso comportamento, extirpando de dentro de vós, tantos os exageros como as tibiezas, tanto os desequilíbrios quanto a insensibilidade. Deveis ter uma Fé reta, equilibrada, ardente, profunda, viva, um desejo santo, um Amor profundo e ardente, mas que não degenere em exagero pessoal. Deveis ter em vós também uma Obediência perfeita a toda a prova ao SENHOR, à Virgem Santa e também atendendo a voz daqueles que Ele colocou diante de vós para vos dirigir mais para dentro dos Seus Sagrados Corações.

Não sois obrigados a obedecer as vozes que dizem que deveis desobedecer as Mensagens da Mãe de DEUS; que deveis negar as Mensagens da Mãe de DEUS, pois se vós fizésseis isso, estaríeis atendendo uma ordem pecaminosa. Mas, Meus amados irmãos, deveis atender a voz daqueles que vos mandam ser Santos, ser Puros, obedecer as Mensagens da Mãe de DEUS, Rezar o Rosário, fazer Penitência com equilíbrio, com Amor, com Serenidade, para que assim, a vossa vida, verdadeiramente, agrade ao SENHOR, seja um hino de perfeito Amor ao SENHOR e todo o vosso ser, bem ordenado, se transforme numa jóia de rara beleza que atrairá os corações de todos os que ainda não conhecem o SENHOR e a Virgem Santa, para eles.

Eu, Camilla, venho para ajudar-vos a construir dentro de vós, essa cidade Santas para o SENHOR, vou ajudar-vos até a construirdes as torres, sim, torres altas e fortes, onde vós vigiareis noite e dia, quer contra as tentações, quer contra as sugestões do demônio, que contra as modas e todo o tipo de coisas mundanas que querem destruir a vossa Santidade, a vossa Pureza interior, de modo que a vossa cidade estará sempre limpa, estará sempre bem ordenada para que o SENHOR dos senhores, o Rei dos reis entre e nela se compraza e então, seja grande a festa, a alegria do SENHOR convosco.

Também vos ajudarei a fazer dentro da cidade da vossa alma, os mais belos jardins, onde florescerão todas as flores de boas qualidades, de boas Virtudes e boas obras, para que assim, estas flores encantem os olhos do Rei e da Rainha do Céu e à mesa deles, nunca faltem as flores mais mimosas do vosso Amor, da vossa Santidade, da vossa total e completa Consagração de Amor a Eles.

Aceitai a Minha ajuda, tomai a Minha Mão e Eu vos conduzirei a esta grande Santidade, vos transformarei em cidades Santas como Eu mesma fui, para a maior Glória de DEUS, para a maior exaltação de Sua Mãe Santíssima e Triunfo da Santa Fé Católica.

Continuai a Rezar todas as Orações que Eles vos deram Aqui. Vivei também em completa, em total Confiança de que os Corações Unidos de Jesus, Maria e José traçaram todo o plano de Salvação do mundo até o Seu Triunfo e que vós só estais seguindo as pegadas fundas que Eles vos deixam ao longo do caminho, vós não estais caminhando a esmo sem rumo e direção, estais seguindo as pegadas que Eles vos deixam, desde que vós não saiais do seguimento de Suas pegadas, jamais vos perdereis e chegareis seguramente na grande vitória que Eles preparam a todos aqueles que obedecem as Suas Mensagens e esperam Neles com Amor.

Aqui nessa Escola de Santidade que Eles abriram nestas benditas APARIÇÕES DE JACAREÍ, vossas almas serão por Nós, os Santos, bem preparadas para receberdes o SENHOR da Glória juntamente com Sua Mãe quando Eles em breve virão com grande poder para esmagar Satanás e todos os Seus inimigos conhecidos e ocultos e assim, o mundo finalmente será libertado da tirania da serpente, do predomínio de Satanás e vós conhecereis uma nova era de Paz e de Felicidade sem igual.

A todos abençôo agora generosamente e deixo a Minha Paz, especialmente a ti, Marcos, que embora tão abatido, lutaste, combateste bem o teu combate de hoje e chegaste vitorioso a mais um termo de Cenáculo.

A todos deixo Minha Paz.”

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!