São Geraldo Majela

Geraldo nasceu em 1726, ao dia 06 de abril em Muro, pequena cidade do sul da Itália. De uma família pobre de bens, mas rica de bênçãos. Seus pais eram Domingos Majela e Benedita Majela. Domingos era alfaiate e Benedita lavadeira. Os dois se amavam com um amor imenso. Deste amor puro e santo nasceu-lhes Geraldo, que tinha uma fisionomia de anjo. Geraldo foi batizado no mesmo dia em que nasceu. Seus pais entendiam que Deus em seus planos não deixa ninguém nascer à toa. Quem nasce é para sentir-se amado e ser capaz de amar. É neste sentido que está certo quem disse: "Amar a vida é mais do que construir catedrais!" O menino Geraldo era franzino de corpo, porém, era robusto de espírito. Deus lhe deu uma inteligência brilhante. Os professores logo viram nele um prodígio.

Geraldo tinha quatorze anos quando seu pai morreu e ele ficou sendo o arrimo da família. Tornou-se aprendiz na alfaiataria da cidade e era maltratado e agredido pelo mestre. Passados quatro anos de aprendizado, quando ele poderia montar sua própria alfaiataria, disse que ia trabalhar como empregado do bispo de Lacedônia. Seus amigos lhe aconselharam a não assumir o trabalho. No entanto, os ímpetos de ira e as constantes repreensões que impediram os outros empregados de permanecer mais que poucas semanas nada eram para Geraldo. Foi capaz de exercer todos os encargos e trabalhou três anos para o bispo até a morte deste. Quando acreditava que estava fazendo a vontade de Deus, Geraldo aceitava qualquer coisa. Se batiam nele na alfaiataria ou se o bispo não lhe dava valor, pouco importava; via o sofrimento como parte do seu seguimento de Cristo. "Sua Senhoria gostava de mim" - dizia. E já então, Geraldo costumava passar horas diante de Jesus presente no Santíssimo Sacramento, o sinal do seu Senhor crucificado e ressuscitado.

Em 1745, com 19 anos, voltou para Muro onde montou uma alfaiataria. Seu negócio prosperou, mas ele não ganhou muito dinheiro. Praticamente dava tudo para os outros. Guardava o que era necessário para sua mãe e suas irmãs e dava o resto aos pobres ou para Missas em sufrágio das almas do purgatório. Geraldo não passou por uma conversão repentina e espetacular, apenas foi crescendo constantemente no amor de Deus. Durante a Quaresma de 1747 ele resolveu ser completamente semelhante a Cristo o quanto lhe fosse possível. Fez penitências mais severas e procurava explicitamente a humilhação, fazendo-se passar por louco e sentindo-se feliz quando riam dele nas ruas.

Quis servir plenamente a Deus e pediu admissão no convento dos Capuchinhos, não sendo porém aceito. Aos 21 anos tentou a vida de eremita. Tal era a sua vontade de ser semelhante a Cristo, que aceitou imediatamente a chance de representar o papel principal num Drama da Paixão, um quadro vivo apresentado na catedral de Muro.

 

Com os Redentoristas

 

Em 1749, os Redentoristas estiveram em Muro. Eram quinze missionários e tomaram de assalto as três paróquias da pequena cidade. Geraldo seguiu cada detalhe da missão e decidiu que aquela devia ser a sua vida. Pediu para ingressar no grupo missionário, mas o Pe. Cafaro, o Superior, recusou-o vendo tão fransino e achando que não tinha boa saúde. Tanto importunou os padres, que, ao deixarem a cidade, o Pe. Cafaro sugeriu à sua família que o trancasse no seu quarto.

Usando um estratagema que desde então haveria de encontrar imitadores entre os jovens, Geraldo amarrou os lençóis da cama e, descendo pela janela, seguiu o grupo dos missionários. Fez uma dura caminhada de dezenove quilômetros para chegar até eles. "Aceitem-me, me dêem uma chance, depois me mandem embora se eu não for bom," dizia Geraldo. Diante de tamanha persistência, Pe. Cafaro não pôde senão consentir. Mandou Geraldo para a comunidade redentorista de Deliceto com uma carta em que dizia: "Estou mandando um outro irmão, que será inútil quanto ao trabalho."

Geraldo sentiu-se absolutamente e totalmente satisfeito com o modo de vida que Santo Afonso, fundador dos Redentoristas, traçou para os seus religiosos. Ficava radiante ao constatar como era central o amor a Jesus sacramentado e como era essencial o amor a Maria, Mãe de Jesus.

Professou os primeiros votos na data de 16 de julho de 1752, que, conforme ele ficou sabendo com alegria, era a festa do Santíssimo Redentor e também o dia de Nossa Senhora do Carmo. Desde esse dia, com exceção de algumas visitas a Nápoles e do tempo passado em Caposele onde morreu, a maior parte da vida de Geraldo foi vivida na comunidade redentorista de Iliceto.

O rotulo de "inútil" não duraria muito. Geraldo era um excelente trabalhador e nos anos seguintes foi por várias vezes jardineiro, sacristão, alfaiate, porteiro, cozinheiro, carpinteiro e encarregado das obras da nova casa de Caposele. Aprendia rápido: visitando a oficina de um escultor, logo começou a fazer crucifixos. Era uma jóia na comunidade. Tinha apenas uma ambição: fazer em tudo a vontade de Deus.

Em 1754 o seu diretor espiritual pediu-lhe que escrevesse qual era o seu maior desejo. Ele escreveu: "amar muito a Deus; estar sempre unido com Deus; fazer tudo por amor de Deus; amar a todos por amor de Deus; sofrer muito por Deus. Minha única ocupação é fazer a vontade de Deus."

 

A Grande Provação

 

A santidade verdadeira deve sempre ser testada pela Cruz, e assim, em 1754, Geraldo devia sofrer uma grande provação, aquela que bem pode ter merecido a ele o poder especial para assistir às mães e a seus filhos. Uma das suas obras de apostolado era a de encorajar e assistir as moças que queriam entrar para o convento. Muitas vezes ele até garantiu o necessário dote para alguma moça pobre que de outra forma não poderia ser admitida numa ordem religiosa.

Néria Caggiano era uma das moças assistidas desta forma por Geraldo. Porém, ela achou desagradável a vida do convento e dentro de três semanas voltou para casa. Para explicar sua atitude, Néria começou a espalhar mentiras sobre a vida das freiras, e quando o povo de Muro recusou-se a acreditar em tais histórias a respeito de um convento recomendado por Geraldo, ela resolveu salvar sua reputação destruindo o bom nome do seu benfeitor. Para isto, numa carta dirigida a Santo Afonso, o superior de Geraldo, ela o acusou de pecados de impureza com a jovem de uma família em cuja casa muitas vezes Geraldo ficava nas suas viagens missionárias.

Geraldo foi chamado por Santo Afonso para responder a acusação. Mas em vez de se defender, permaneceu em silêncio, seguindo o exemplo do seu divino Mestre. Diante deste silêncio, Santo Afonso nada pôde fazer senão impor ao jovem religioso uma severa penitência: foi negado a Geraldo o privilégio de receber a santa Comunhão e foi-lhe proibido todo contato com os de fora.

Não foi fácil para Geraldo renunciar aos trabalhos pelo bem das almas, mas este era um sofrimento pequeno em comparação com a proibição de comungar. Sentiu isto tão profundamente, que chegou a pedir para ficar livre do privilégio de ajudar a Missa, receando que, a veemência do seu desejo de receber a comunhão o fizesse arrancar a hóstia consagrada das mãos do padre no altar.

Algum tempo depois, Néria ficou gravemente enferma e escreveu uma carta a Santo Afonso confessando que as suas acusações contra Geraldo não passavam de invenção e calúnia. O santo ficou cheio de alegria ao saber da inocência do seu filho. Mas Geraldo, que não ficara deprimido no tempo da provação, também não exultou indevidamente quando foi justificado. Em ambos os casos sentiu que a vontade de Deus tinha sido cumprida, e isto lhe bastava.

 

O Taumaturgo

 

De poucos Santos se recordam tantos fatos prodigiosos como de São Geraldo. Seus processos de beatificação e de canonização revelam que seus milagres eram os mais variados e numerosos.

Com freqüência entrava em êxtase enquanto meditava sobre Deus e sua santa vontade, e nessas horas podia-se ver seu corpo erguer-se alguns palmos do chão. Há testemunhos autênticos de que em mais de uma ocasião foi-lhe concedido o insólito milagre de ser visto e de conversar em dois lugares ao mesmo tempo.

A maior parte dos seus milagres foram feitos para o benefício de outros. Fatos extraordinários como os que enumeramos a seguir começam a parecer lugares comuns quando se lê a sua biografia. Ele devolveu a vida a um garoto que tinha caído de um alto rochedo; abençoou a magra provisão de trigo pertencente a uma família e ela durou até a colheita seguinte; várias vezes multiplicou o pão que estava distribuindo aos pobres. Certo dia andou sobre as águas para levar um barco de pescadores entre as ondas tempestuosas até a segurança da praia. Muitas vezes Geraldo contou às pessoas pecados secretos de suas almas que tinham vergonha de confessar e levou-as a penitência e ao perdão.

O seu milagroso apostolado em favor das mães também começou durante a vida. Um dia, ao sair da casa de amigos, a família Pirofalo, uma das moças o chamou dizendo que tinha esquecido o lenço. Num momento de intuição profética, disse Geraldo: "Guarda-o, pois te será útil um dia." O lenço foi guardado como uma preciosa lembrança de Geraldo. Anos mais tarde aquela moça estava em perigo de morte em trabalhos de parto. Lembrou-se das palavras de Geraldo e pediu o lenço. Quase imediatamente o perigo passou e ela deu à luz uma criança sadia. Em outra ocasião pediram as orações de Geraldo para uma mulher grávida que corria perigo junto com o filho. Tanto ela como a criança saíram ilesas do perigo.

 

Morte e Glorificação

 

De saúde sempre frágil, era evidente que Geraldo não iria viver muito. Em 1755 sofreu violentas hemorragias e disenteria, a ponto de sua morte ser esperada para qualquer momento. No entanto, ele devia ainda ensinar uma grande lição sobre o poder da obediência. O seu diretor mandou-lhe que sarasse, se fosse da vontade de Deus, e imediatamente a doença pareceu desaparecer, ele deixou o leito e juntou-se à comunidade. Sabia, porém, que esta cura era apenas temporária e que tinha pouco mais que um mês de vida.

Pouco depois teve que voltar ao leito e começou a preparar-se para a morte. Abandonava-se totalmente à vontade de Deus e escreveu na porta do seu quarto: "Aqui se faz a vontade de Deus, como Deus quer e por quanto tempo ele quer." Como freqüência ouviam-no recitar esta oração: "Meu Deus, quero morrer para fazer vossa santíssima vontade." Pouco antes da meia-noite do dia 15 de outubro de 1755, a sua alma inocente voltou para Deus.

Na morte de Geraldo, o irmão sacristão, na sua euforia, tocou os sinos à maneira festiva, em vez do toque fúnebre. Milhares de pessoas vieram ver o corpo do "seu santo" e tentar obter uma última lembrança daquele que tantas vezes os tinha ajudado. Após a sua morte, começaram a ser relatados milagres em quase todas as regiões da Itália, atribuídos à intercessão de Geraldo. Em 1893, o Papa Leão XIII o beatificou e, no dia 11 de dezembro de 1904, o Papa Pio X o canonizou como santo.

 

O Santo das Mães

 

Por causa dos milagres que Deus fez por meio das preces de Geraldo em favor das mães, as mães da Itália se afeiçoaram a Geraldo e fizeram dele o seu padroeiro. No seu processo de beatificação, uma testemunha atesta que ele era conhecido como "il santo dei felici parti" - o santo dos partos felizes.

Milhares de mães tem experimentado o poder de São Geraldo através da Liga de São Geraldo. Muitos hospitais dedicam a ele a ala da maternidade e dão a seus pacientes medalhas e santinhos de São Geraldo. Milhares de meninos recebem o nome de Geraldo dos pais, convencidos de que foi a intercessão dele que os ajudou para que nascessem sadios. Há também moças que tem um nome semelhante ao seu, e é interessante observar como "Geraldo" se transforma em Geralda, Geraldina, Geraldino, Gerardo, Geriane e Gerardete.

 

 

NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ, SÃO GERALDO APARECEU PELA PRIMEIRA VEZ E TRANSMITIU SUA MENSAGEM NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2012.

DEPOIS ELE TRANSMITIU MAIS MENSAGENS. ATUALMENTE ELE APARECE TODA TERÇA FEIRA E TRANSMITE MENSAGENS, ONDE ALGUMAS DESTAS SÃO PARTICULAR PARA O MARCOS TADEU E OUTRAS SÃO PARA SEREM COMUNICADAS AO MUNDO.

VEJAMOS:

 

Aparição e Primeira Mensagem de São Geraldo Magela no dia 14 de outubro de 2012

 

“- Amados irmãos Meus, Eu, Geraldo Magela, venho hoje pela primeira vez dar-vos a Minha Mensagem e saudar-vos com a Paz do SENHOR. Venho, porque o teu Amor Me atraiu, Marcos, a tua devoção por Mim Me atraiu. E aqui estou, para te abençoar hoje e abençoar a todos por tua causa. Sim! Pela grande amizade que já tens por Mim e Eu tenho por ti, Eu vou abençoar a todos aqueles, a todos que estão Aqui, a todos os que, como tu, também me amarem, se tornarem Meus amigos, Meus devotos e Meus imitadores.

Eu vos chamo hoje a amardes a JESUS Crucificado, a amardes o Amor, a amardes Maria Santíssima amando o Belo Amor com todas as fibras do vosso coração, com toda a vossa alma, para que assim, vós sejais verdadeiramente Palácios do SENHOR, Palácios da Mãe de DEUS, Seu segundo Céu na terra.

Sede o segundo Céu de JESUS e Maria, amando-Os com todas as forças do vosso coração. Dando a Eles completamente a vossa alma, o vosso sim generoso e doando-vos, ofertando a vossa vida todos os dias a Eles para que se cumpra nela a Santa vontade do SENHOR e da Mãe de DEUS. Assim, vós sereis verdadeiramente sinais de Sua presença e de Seu Amor no mundo. E então, todas as almas serão finalmente iluminadas e salvas pela Graça de DEUS que se espargirá por meio de vós sobre todas as almas.

Sede o segundo Céu de JESUS e Maria, procurando todos os dias cumprir a Vontade Santa Deles e desprezando a vossa; crescendo no verdadeiro Amor, entregando-vos sempre mais ao Amor de DEUS e procurando a todo o momento corresponder a este Amor. Deixai-vos abrasar por este Amor! Deixai-vos encher por esse Amor! Deixai-vos crescer neste Amor que vos escolheu, que vos elegeu para conhecerdes as Mensagens das Aparições de Jacareí e assim, vos tornardes grandes Santos e salvardes as vossas almas.

Vivei por este Amor. Dai toda a vossa vida por este Amor. Amai este Amor e este Amor vos amará. Escolhei este Amor e Ele vos escolherá. Preferi este Amor, e Ele vos preferirá a todos os outros e vos encherá com a abundância de Seus Dons e de Suas Graças e vos tornará sumamente belos aos olhos do SENHOR e aos olhos dos homens.

Sede o segundo Céu de JESUS, Maria e José, procurando imitar JESUS, Maria e José nas Suas Virtudes, no Seu Amor, na Sua Generosidade, na Sua Pureza, Inocência e Bondade e assim, as vossas almas, como flores viçosas de primavera, crescerão e se tornarão verdadeiramente um belo jardim para encantar os Sagrados Corações Deles e à Santíssima Trindade.

Eu, Geraldo, vou ajudar-vos a crescerdes cada vez mais nas Virtudes, no perfeito Amor. Mas preciso do vosso sim fiel, total, sem reservas sem limites dado a Jesus, a sua Mãe Santíssima e a São José para que Eu possa conduzir-vos por essa via de perfeição.

Que os jovens dêem o seu sim como Eu dei a JESUS abraçando-O e abraçando a Sua Cruz, não tendo outra esposa que não a Santa Cruz, a Santa Paixão de Nosso SENHOR JESUS CRISTO. Não tendo outra noiva senão a Virgem Santíssima, noiva Celestial de todas as almas que amam a JESUS e dão a sua vida completamente a JESUS por meio Dela. Não amando outra coisa que não o Sagrado Redentor em quem é abundante a Redenção.

A todos, neste momento, a Este Lugar tão querido do Meu coração no qual Eu ansiava descer há muito tempo já, e hoje, finalmente, o SENHOR Aqui Me enviou com Sua Mãe para abençoá-lo, para derramar sobre ele as Graças que Eu trago da parte do SENHOR; para derramar sobre vós as Graças do Meu coração; para derramar sobre o Meu queridíssimo amigo Marcos as Graças eficazes da Minha poderosíssima intercessão. A Todos vós hoje abençôo generosamente com todo o Meu Amor, com todo o Meu coração neste momento.

“Em breve voltarei e sobre todos vós agora desça a abundância das bênçãos Celestiais do Todo Poderoso e da Mãe do SENHOR.”

 

 

Mensagem de São Geraldo Majela no dia 08 de dezembro de 2012

(CENÁCULO DA HORA DA GRAÇA UNIVERSAL 12:00h)

 

“-Marcos, Eu, Geraldo, venho novamente hoje para te abençoar. O teu Amor Me atraiu, amico Mio. Si, amico Mio, il tuo amoré Mi ha chiamato! O teu amor Me chamou, o teu amor Me atraiu,e eis que aqui Eu estou para te abençoar mais uma vez e derramar sobre todos os que estão Aqui hoje as copiosas bênçãos da Imaculada Conceição, Minha noiva celestial a quem todo Me entreguei no mesmo dia de hoje, na Festa da Imaculada Conceição, quando Eu ainda vivia na Itália, na terra, quando era jovem.  A Ela todo Me entreguei para não ter outra esposa na Minha vida que não fosse a Sagrada Paixão de Nosso SENHOR JESUS CRISTO e Sua Mãe Imaculada. A Ela, à Mãe de DEUS todo Me dei para ser todo de CRISTO. A Ela todo Me entreguei para ser perfeitamente de CRISTO, pois somente sendo todo da Imaculada, se pode ser todo de CRISTO e somente entregando-se totalmente à Imaculada, se pode entregar-se totalmente a CRISTO.

Quem não conhece a Imaculada, não conhece a CRISTO, quem não ama a Imaculada, não ama a CRISTO, quem não se deu todo à Imaculada, não se deu todo a CRISTO e nunca poderá ser todo de CRISTO. Por isso vos digo: Entregai-vos todos à Imaculada que Aqui vos amou tanto, vos privilegiou tanto, vos concedeu tanto e com tantas bênçãos cumulou todos os dias da vossa vida e deste ano santo.

Entregai-vos completamente à Imaculada, dando a Ela a vossa vida, dando a Ela mais que só Orações, dai a Ela o vosso pensamento, a vossa vontade e a vossa liberdade, conformando-os com o pensamento Dela, com a vontade Dela, que é sempre o mesmo pensamento e a Vontade do SENHOR, para que assim vós vos torneis como Ela, perfeita humanidade realizada em DEUS; vós vos torneis novas criaturas em DEUS e possais viver a verdadeira vida em DEUS.

Entregai-vos completamente à Imaculada, com todo o tempo que ainda vos resta na terra, para servi-La, torná-La mais conhecida e amada e dar a todos os vossos irmãos que ainda estão nas trevas do pecado e da ignorância, o conhecimento do Amor tão grande do SENHOR e da Virgem Imaculada por todos eles, para que assim, eles também possam encontrar a via da verdadeira felicidade sobre a terra e possam chegar com a Imaculada até a Glória do Céu.

Entregai-vos completamente à Imaculada Conceição, sendo os verdadeiros apóstolos e soldados Dela, procurando por todos os modos na vossa vida, irradiar o Amor de DEUS, levar a Luz da Eterna Verdade ao conhecimento de todas as almas e instaurar o Reino do Coração Imaculado Dela e do Sagrado Coração do SENHOR em todas as almas, em todas as famílias e em todas as nações.

Dai Graças ao SENHOR pela Imaculada, que vos amou tanto, que vos escolheu para estardes Aqui nas Aparições Dela e conhecerdes tantas belezas e maravilhas que foram ocultadas de tantas gerações e só a vós, só agora, foram manifestadas. Glorificai o SENHOR porque Ele, convosco, foi mais que Bom, foi mais que Generoso, o SENHOR por vós foi verdadeiramente ‘LOUCO DE AMOR’. Por isso, Comigo hoje, elevai o hino da perfeita gratidão e da perfeita Glória ao SENHOR pela Imaculada porque em vós o SENHOR tem feito e ainda fará muitas maravilhas.

Aqui neste lugar Santo das Aparições de Jacareí, onde o SENHOR, onde a Imaculada Conceição foram glorificados e exaltados como nunca! E onde o Seu Amor e a Sua Glória são manifestados como nunca e onde o Seu Amor foi correspondido como nunca pelo Meu querido e amado irmão, amigo e predileto companheiro Marcos Tadeu, e agora pelas almas que já têm compreendido o sentido do verdadeiro Amor e da perfeita Conversão.

Aqui, o SENHOR hoje se compraz, se alegra, se sente consolado e derrama sobre vós as copiosas Graças e Bênçãos do Seu Amor, onde a Imaculada é perfeitamente glorificada e amada por este servo do SENHOR e por aqueles que, com ele, já lhe deram perfeitamente o seu coração, Aqui verdadeiramente a Mãe de DEUS hoje derrama um verdadeiro dilúvio, uma chuva abundantíssima como aquela que Ela derramou sobre a Vidente Estelle, nas Aparições de Pellevoisin. E Eu também, sobre todos vós agora, derramo as bênçãos que a Trindade Santa Me deu para cumular-vos com todos os bens, com todos os benefícios do corpo e da alma, sobre todos vós que Me ouvis agora desça a solene bênção do SENHOR e da Imaculada e especialmente sobre ti, Marcos, Meu amigo mais querido, Meu irmão mais amado.”

 

 

Aparição e Mensagem de São Geraldo no dia 1º de janeiro de 2013 ao vidente Marcos Tadeu Teixeira, na Capela do Santuário das Aparições de Jacareí - São Paulo - Brasil.

 

“Marcos, hoje Eu venho te dizer: amo-te! Amo Este Lugar Santo das Aparições e amo a cada um que Aqui vem. Protejo a todos com Amor e nunca vos deixo sozinhos.

Neste novo ano que nasce, desejo que deixeis as trevas do pecado e que comeceis uma nova vida, na Conversão e no Amor. Renunciai a todo pecado e então a Graça de DEUS irromperá com tanto poder em vossas vidas que nunca mais sereis os mesmos!

Os Sagrados Corações de JESUS, Maria e José querem realizar grandes prodígios nas vossas vidas ao longo deste ano, mas as vossas almas devem dispor-se bem para a Graça, por isso, Rezem até terem a força interior para renunciarem ao pecado e assim a Graça Divina possa triunfar nas vossas almas.

Eu vos abençôo com Amor e a todos cubro com o Meu manto hoje.”

 

Aparição e Mensagem de São Geraldo no dia 8 de janeiro de 2013 ao vidente Marcos Tadeu Teixeira, na Capela do Santuário das Aparições de Jacareí - São Paulo - Brasil.

 

-Marcos, Eu, Geraldo Majella, te saúdo e te dou a Minha paz.

Meu grande amigo, transmite a todos os filhos do SENHOR esta Mensagem: Rezai! Rezai mais! A Oração é a respiração da alma. Assim como o corpo sem a respiração morre, assim também a alma morre rapidamente sem a Oração. A alma que não Reza, certamente cairá em pecado mortal, porque sem a Oração, que é o único meio pelo qual a Graça do Altíssimo se comunica à alma, ela não terá força para resistir às tentações e logo trairá o SENHOR DEUS. Rezai, Rezai muito portanto, porque sem a Oração ninguém será fiel a JESUS nem terá a Graça da Perseverança Final.

Imitai a Minha Pureza para que agradeis a JESUS e sejais merecedores de verdes a Mãe de DEUS no Paraíso.

Renunciai ao pecado. Se não renunciardes a todo tipo de pecado DEUS não fará nada em vós. Se viverdes em Paz com os vossos pecados, não só perdereis todas as Graças do Céu, como também perdereis a ‘Graça Santificante’ e se assim chegardes ao fim da vida ou fordes surpreendidos pela morte, correis o risco de perderdes vossa Salvação eterna, pois a impenitência final lança a alma no inferno para sempre.

Renunciai ao pecado definitivamente!

Assim como todas as quedas no pecado começam porque não se Reza sinceramente, assim também todas as Conversões não se realizam porque não se renuncia sinceramente ao pecado que está em vós e no qual viveis. Renunciai ao pecado e as vossas almas viverão na Graça de DEUS e sereis salvos.

Imitai a Minha Modéstia, a Minha Circunspecção[1] espiritual, o Meu Silêncio, Minha vida de Oração profunda e abrasada, a Minha ardente devoção à Mãe de DEUS.

Que os jovens e solteiros imitem a Minha Castidade e serão profundamente queridos de DEUS e de Sua Mãe. Bani de vossas vidas toda imoralidade, vício, fornicação, blasfêmia, inveja, preguiça e todo tipo de pecado contra os Mandamentos de DEUS.

Imitai o Meu profundo Amor a DEUS e à Sua Mãe Imaculada, pois este Amor é o que transforma o homem em Anjo e o faz unir-se com Seu Criador até tornar-se um só com Ele no Amor.

Marcos, amigo predileto Meu, Eu te abençôo agora e a todos que ouvem com Amor a Minha voz e cubro-vos com o Meu manto protetor.”

 

[1] Circunspecção: uma pessoa circunspecta é uma pessoa que analisa minuciosamente e adota uma postura de cautela no agir e no falar observando todas as circunstâncias ou perspectivas de alguma coisa.

 

Mensagem de São Geraldo Majela no dia 22 de janeiro de 2012

(REVELAÇÃO DO TERÇO DE SÃO GERALDO)

(O vidente Marcos Tadeu irá compor o TERÇO DE SÃO GERALDO, como ele pediu e

disponibilizará para todos os peregrinos rezarem com o coração)

 

“- Marcos, hoje Eu venho mais uma vez para abençoar-te e te dar a Minha Paz.

Eu amo-te tanto! Tanto, amigo Meu! O teu Amor Me atrai para ti e para Este Lugar e nunca te deixará sozinho. Amo tanto os escravos da Mãe de DEUS Aqui e não vos deixarei sozinhos nunca em vossas vidas. Amo imensamente também os peregrinos que Aqui vêm Rezar e consolar os Corações de JESUS, Maria e José e todos os que obedecem as Mensagens Deles e tudo fazem para servi-Los, especialmente Rezando as Orações e os Rosários que Aqui são gravados.

A Oração que mais agrada ao SENHOR é aquela feita com o coração, mas, para se conseguir fazer esta Oração é preciso fazer primeiro a renuncia ao pecado, aos vossos desejos desordenados e até mesmo às imagens representativas deles na vossa imaginação e esvaziar-vos completamente de vós mesmos. Sem esse esvaziamento nunca os vossos corações conseguirão sentir a presença de DEUS e o Amor Dele nos vossos corações.

É porque não renunciais ao pecado e aos vossos desejos desordenados que não tendes Paz dentro de vós, em vossos lares e nas nações do mundo. É porque não renunciais ao pecado que não sentis DEUS em vossas Orações. Porque continuais apegados aos vossos desejos desordenados é que continuais frios e insensíveis à presença Dele e ao Seu Amor.

Renunciai ao pecado, aos vossos desejos desordenados e até as representações deles e então tereis Paz interior, sentireis a presença de DEUS e o Amor Dele por vós, e então Ele começará a agir em vós e sereis completamente renovados na Graça Dele, sereis novas criaturas em DEUS.

Fazei como Eu fazia nas Minhas Orações: renunciai a tudo, até as representações dos vossos desejos e vontades da natureza corrompida que tendes, e então, DEUS se aproximará de vós.

Quando as vossas almas estiverem esvaziadas, pacificadas e abertas, então, a Graça Divina vos visitará e mudará todo o vosso interior, sereis diferentes e um rio de Paz e de Felicidade transbordará do vosso interior.

Quando chegardes a este estágio da Oração e da renúncia interior, então, vós sentireis os efeitos do Amor de DEUS nas vossas almas, o coração arderá de desejo de conhecê-Lo cada vez mais, sentireis o desejo pelas coisas santas, tereis uma sede ardente da Oração, da Meditação, do recolhimento e da intimidade com DEUS. Deplorareis o pecado e amareis as Virtudes, vossa alma descansará em DEUS e sentirá a imensa doçura de Sua amável presença que estará sempre convosco.

Eu, Geraldo, vou ajudar-vos a chegar a esta Oração intensa e profunda, para tanto, fazei o que compete a vós, renunciando a vós mesmos para que a Graça Divina entre em vós, então, dentro de vós, nascerá a nova criatura, o homem transfigurado que vive a verdadeira vida em DEUS. Eu ajudarei aqueles que forem dóceis a se deixarem conduzir por Mim no caminho espiritual e os elevarei até as maiores alturas da Graça.

Marcos, compõe um TERÇO, o MEU TERÇO, para que Eu possa derramar mais as Minhas Graças sobre as almas. Somente tu podes fazer isso, de modo que seja aceito pelo Céu. Eu quero desencadear as Minhas Graças sobre as almas do mundo inteiro e assim prepará-las para o Triunfo do Coração Imaculado de Maria.

A Paz, amigo Meu. A Paz a todos vós.”

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!